Juniperus Turbinata OE

12.00

Nome botânico: Juniperus turbinata

Método de extração: destilação por arrasto a vapor

Parte da planta usada para extrair o óleo: Bagas

Ecologia

Matagais xerofílicos em dunas estabilizadas e arribas litorais, mas também no interior, em vertentes termófilas rochosas, afloramentos calcários e em vales ribeirinhos encaixados. Quando dominante dá origem a zimbrais. Em locais secos e soalheiros, em diversos tipos de substrato, arenoso, calcário ou xistoso.

REF: OEJT Categoria: Etiquetas: ,

Nome botânico: Juniperus turbinata

Método de extração: destilação por arrasto a vapor

Parte da planta usada para extrair o óleo: Bagas

Ecologia: Matagais xerofílicos em dunas estabilizadas e arribas litorais, mas também no interior, em vertentes termófilas rochosas, afloramentos calcários e em vales ribeirinhos encaixados. Também chamada “sabina da praia” ou “zimbro das areias“, quando dominante dá origem a zimbrais. Ocorre em locais secos e soalheiros, em diversos tipos de substrato, arenoso, calcário ou xistoso.

Aplicações: No frabrico de perfumes e aromas (nota apimentada, amadeirada de pinheiro e gin).

Na aromoterapia é usado como, purificador do ambiente, antissético, desentoxicante, estimulante de circulação (prevenção e tratamento de celulites) e como rejuvenescedor.

Notas históricas:

A origem da palavra Juniperus é de origem incerta, porém é certo que as pequenas bagas pretas do Junípero aparecem muito cedo na história da humanidade. Um queimador de perfume datado de um milênio a.C. contendo fragmentos de bagas de zimbro foi encontrado em 1932 em Malia, Creta. Os romanos costumavam queimá-lo nas ruas durante as epidemias e pendurá-lo nas portas para afastar as cobras. Os gregos o ofereceram às Erínias, as deusas da vingança, para apaziguá-las. Na década de 1970, as cretenses atribuíram a fecundidade ao óleo de zimbro que obtinham enterrando um alambique rústico sobre o qual ardeu durante três dias numa forte fogueira. Na Alemanha, as bagas de zimbro não são usadas apenas no chucrute. Uma “dieta saudável” do famoso abade Kneipp recomenda comê-lo por vinte e três dias para ser saudável.

Fragrancia: O OE Juniperus turbinata à semelhança de todas as Cuprassaceae tem um aroma balsâmico.

Indicações: O óleo essencial de juniperus deve ser diluído , antes de aplicado na pele. Não administrar em: mulheres grávidas a amamentar, crianças menores de sete anos, pessoas alérgicas a um dos componentes (limoneno), indivíduos com asma sem o conselho de um alergologista ,, pessoas que sofrem de um cancro (mama, ovário, útero, próstata), por períodos prolongados em pessoas com problemas renais.

 

10ml

3.95

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Juniperus Turbinata OE”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *